sexta-feira, 6 de maio de 2016

embaraçado


num bate papo vacila
expressão furtiva o toma

fustigado pelo olhar impetuoso
esconde-se acabrunhado de nervoso

desatinadamente foge

tão ousado o olhar parado
moça bela cara fina
o envergonha e desanima

acuado desatrevido
tá despido:
vê-se nu sem tuas lentes no acetado.

fuça o bolso aflito
bate o dedo num palito
ta vestido, agora.

destemido
olha contente
a moço d'olho ardente confessar-lhe a timideza

Nenhum comentário:

Postar um comentário