quinta-feira, 12 de maio de 2016

Espelho ( sobre conto homônimo de joão Guimarães Rosa)

imagem fixa
olhos nos olhos
especulando
razão qualquer
de faces distintas
qual
saltará verdadeira
quando
restar a pele gelada
inútil matéria
labirinto
como teu corpo
que a reflete?

Nenhum comentário:

Postar um comentário