sexta-feira, 6 de maio de 2016

O rosto está nú


Revela o rosto refinado
Um sujeito elíptico, oculto, dissimulado
Rosto de trinta e poucas vidas, mal vividas
Vívidas memórias refletidas
Flácido objeto no espelho aprisionado

Nenhum comentário:

Postar um comentário